Hollow Knight, Dead Cells, Shantae: Half-Genie Hero, Dandara, Celeste e muitos outros. A lista é enorme de Metroidvanias incríveis presentes no Nintendo Switch e a biblioteca segue crescendo – sendo a mais nova entrada o consagrado Guacamelee! Super Turbo Championship Edition. Lançado no dia 8 de outubro diretamente para o eShop, STCE é a versão definitiva do aclamado jogo de 2013 feito pela DrinkBox Studios. Contendo todas as DLCs anteriores, novos mapas, um novo chefe e diversos novos desafios – uma verdadeira fiesta.

Se você ainda não conhece a história de Juan Aguacate, leia nossa review completa de Guacamelee! Gold Edition, jogo lançado em 2013. Embora o enredo do jogo seja o mesmo, toda a estrutura do jogo foi atualizada e melhorada. STCE fez diversas melhorias visuais e de gameplay. Praticamente todas as áreas do jogo receberam atualizações gráficas colocando maior textura nos planos de fundo, atualizando as já conhecidas imagens de memes da internet nos outdoors das cidades e adicionando maiores detalhes visuais até nos golpes.

Juan só queria cuidar das suas agaves e acabou tendo que trocar soco com esqueletos

Os inimigos agora possuem uma barra de vida sob sua cabeça, facilitando estratégias e combos a serem utilizados auxiliando na economia de stamina. Algumas áreas foram remapeadas e foram adicionados mais momentos arena, onde o espaço fica limitado e é necessário derrotar todos os inimigos para poder avançar. E a lista vai e vai e vai… São muitas mudanças MESMO. É uma sensação de jogo novo o tempo inteiro onde a satisfação em fazer combos e mais combos parece não acabar nunca.

As duas novas áreas são um excelente adicional ao jogo. O Pico de Gallo, em especial, é onde descobrimos como o exército de esqueletos é formado e onde encontramos o novo boss “El Trio de la Muerte” – um desafio tanto divertido quanto um alívio cômico nas cutscenes onde aparecem como parte da trupe de Calica. O novo poder INTENSO, onde Juan fica mais forte, recupera vida e stamina mais rápido é uma nova habilidade bem vinda, principalmente no modo hard do jogo, que ficou BEM mais desafiador em alguns pontos do jogo.

INTENSOOOOOOOOOOOOO!

A nova habilidade de trocas de dimensão individual tornou o cooperativo ainda mais divertido e recompensador para o trabalho de equipe. Até o modo galinha ganhou uma habilidade para chamar de sua criando bombas em forma de ovos e dando acesso a novas áreas no jogo. Novas versões dos vilões existentes também foram criados com intuito de aumentar a dificuldade e o desafio com padrões de ataques menos óbvios, maior resistência e aparecendo em grupos maiores.

Tantas mudanças e o próprio Guacamelee casam de forma perfeita com o Switch. Enquanto o d-pad padrão dos joycons não são dos mais confortáveis, quem utiliza os analógicos sem problemas para jogos plataformas tem uma experiência ótima. Para os mais puristas, utilizar o d-pad do Pro Controller beira a perfeição de jogo. Em modo portátil, o som é bem nítido e visualmente o jogo fica belíssimo e mesmo com brilho no máximo o jogo ainda teve uma autonomia de bateria do console de aproximadamente 4 horas.

Você vai dar uma dançadinha na cadeira enquanto foge dos ataques dessas pragas

Guacamelee!, desde seu lançamento, é considerando uma compra obrigatória em qualquer console, agora no Switch, pelo valor de 15,00 dólares em sua versão definitiva, é um must buy. É uma experiência de plataforma absurdamente completa e ridiculamente divertida, com opções cooperativas e desafios de todos os tipos que um Metroidvanias pode fornecer. A ansiedade já bate forte para que Guacamelee! 2 chegue ao Switch em Dezembro!

* Agradecemos à PopAgenda pelo código fornecido para a análise do jogo.