A Telltale é uma das minhas desenvolvedoras de games favoritas. Sou fascinado por jogos que focam em storytelling, e essa é uma das características que fazem os títulos da empresa chamarem a minha atenção.

Batman: The Telltale Series é a nova aposta da Telltale para manter a qualidade de seus títulos, e se depender do primeiro episódio (Reino das Sombras), o Homem-Morcego não desapontará.

Apesar de não adaptar nenhum arco específico do personagem, o jogo tem um clima que lembra um pouco a clássica HQ Batman: Ano Um, de Frank Miller e David Mazzucheli. A cidade está completamente tomada pela corrupção e pela violência, e o herói, no começo do episódio, ainda é considerado uma espécie de lenda urbana por algumas pessoas.

Quando tem o controle do Morcego, o jogador precisa tomar decisões que afetam a maneira com a qual a população de Gotham enxerga as ações do encapuzado. É tudo questão de qual tipo de Batman você quer ser: aquele mais bruto, que quebra o braço de um capanga em busca de respostas, ou aquele que segue as regras.

“Jure por mim”.

“Jure por mim”.

Mas o grande diferencial deste título em relação aos games da série Arkham (Asylum, City, Origins e Knight), os mais recentes e aclamados games do personagem nos últimos anos, é que o jogo da Telltale segue por uma direção completamente nova: se nos títulos da Rocksteady e da WB Montreal os jogadores mergulham em um universo no qual o Batman já está estabelecido e seguro de suas convicções e ideais, aqui vemos um herói em construção, dentro de uma história em que Bruce Wayne tem tanta (ou mais) importância que o Morcego dentro do ecossistema de Gotham.

É no controle de Bruce que uma das características mais marcantes dos jogos da Telltale fica mais evidente. Espere só até ter que responder as perguntas ácidas na coletiva de imprensa, por exemplo: sem muito tempo para raciocinar, os jogadores são obrigados a agir no impulso, e as respostas escolhidas podem não agradar os personagens envolvidos na situação. Aqui, um simples aperto de mão com a pessoa errada pode complicar as coisas para os planos de Bruce de livrar a cidade da corrupção.

E se as suas escolhas como Batman fazem a população enxergar o herói de uma determinada maneira, as decisões tomadas no controle de Bruce também afetam o julgamento da cidade em relação ao herdeiro dos Wayne: o bilionário fará tudo direitinho, ou quebrará algumas regras para chegar ao seu objetivo? Essas decisões podem trazer consequências diretas para a campanha política de Harvey Dent, que por sua vez, influencia nas ações de Bruce como Batman.

As decisões como Bruce Wayne exigem muito mais cuidado do jogador.

As decisões como Bruce Wayne exigem muito mais cuidado do jogador.

É impressionante como o primeiro episódio consegue mostrar todas as características do personagem em tão pouco tempo. Além de tomar decisões políticas como Bruce, o game possibilita jogarmos com um Batman bem diversificado, que pode ser tão brutal quanto estratégico.

O sistema de combate é bastante equilibrado, e mistura os clássicos quick time events dos jogos da Telltale — apertar as combinações de botões na hora certa — com o dinamismo que combates corpo a corpo exigem.

O lado detetive do herói também não foi esquecido, e os jogadores não só podem analisar as cenas de crime de uma maneira mais completa do que nos jogos de Arkham, como também precisam racionar um pouco mais para fazer as ligações corretas das pistas para entender o que de fato aconteceu. Além disso, também é possível criar estratégias com ajuda dos gadgets na hora de invadir um lugar e escolher as melhores opções para enfrentar os capangas.

Mais do Batman detetive e estratégico, por favor!

Mais do Batman detetive e estratégico, por favor!

Se tivesse que definir a estreia da série do Batman na Telltale com poucas palavras, diria que é um jogo bastante equilibrado: dá quase o mesmo tempo de tela para Bruce e Batman, possui um sistema de combate que sabe o momento exato de acelerar e atrasar o gameplay, e traz uma jogabilidade diversificada para o Morcego.

Com a proposta de mostrar como as decisões de Bruce afetam suas ações como Batman e vice-versa, Batman: The Telltale Series conduz os jogadores por um caminho pouco explorado na trajetória do super-herói no mundo dos games.

Ao que tudo indica, estamos diante de mais um acerto da Telltale.