Essa é a editoria do Metagene na qual a nossa equipe faz recomendações sobre o que consumimos durante a semana. Gostou da indicação? Então já sabe: Põe na Lista!.


BROOKLYN NINE-NINE

Lembro que lá em 2013 eu comecei a ver essa série que NINGUÉM conhecia. Assisti a primeira temporada acompanhando certinho: um episódio por semana que fazia com que eu me apaixonasse cada vez mais pelos detetives mais malucos e sem noção que a televisão americana já inventou. E em pleno 2018, aqui estou eu revendo uma das minhas séries favoritas e passando mal de rir como se estivesse assistindo pela primeira vez.

Brooklyn Nine-Nine é uma comédia que mostra o dia a dia do detetive Jake Peralta (Andy Samberg, o amor da Thai Bitencourt) e seus companheiros à frente do departamento 9-9 da polícia de Nova York. Aproveitem que quatro das cinco temporadas estão disponíveis na Netflix e façam uma maratona de uma das comédias mais engraçadas e inteligentes dos últimos anos. Com diversos personagens bem desenvolvidos e situações absurdas e surreais, você vai se apaixonar instantaneamente por Peralta e seus colegas.

Após o cancelamento pela FOX, a NBC deu nova vida ao seriado, que só retorna para a sua sexta temporada no ano que vem. É a chance para vocês assistirem tudo e esperarem pelos novos episódios! [Dyego Seminario]

NATASHA, PIERRE E O GRANDE COMETA DE 1812

Há uma guerra lá fora em algum lugar, e Andrey não está aqui. Como grande fã de teatro musical, estava louca para assistir a montagem brasileira de The Great Comet — um dos musicais mais diferentes e criativos que aterrissaram na Broadway nos últimos anos. Preciso admitir que sempre tenho um pouco de receio quando o Brasil adapta qualquer musical, já que, apesar do cenário de teatro musical estar crescendo bastante por aqui, ainda não é algo estabelecido e eu gosto de ver as peças sendo bem representadas. Felizmente, O Grande Cometa me surpreendeu. E muito. Criada por Dave Malloy, Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812 é baseado em um trecho de 70 páginas de Guerra e Paz, de Liev Tolstói, e o ingresso definitivamente foi um dos meus melhores investimentos do mês.

O que chama a atenção de início é a estrutura diferente do ambiente onde o musical acontece, que mais parece um restaurante burlesco russo do que um local onde vai acontecer uma peça. Com mesas e cadeiras coladas no palco, e garçonetes vestidas de generais russas, a experiência já se inicia antes mesmo das luzes se apagarem e alguém cantar a primeira nota. E quando o musical começa, a imersão só aumenta: a proximidade dos assentos com o palco não é a toa. Os atores interagem direto com a audiência (até cantaram diretamente no meu ouvido em um momento!) e, em vários momentos, você se sente dentro do próprio musical. É uma experiência bem única!

Apesar de, no fundo, The Great Comet ser uma história de amor, ela é marcada por personagens bastantes caricatos e um humor bem distinto — você vai se pegar gargalhando mais vezes do que imagina. O elenco também é um dos destaques e é difícil apontar um elo fraco aqui. As adaptações em português das músicas originais também estão de parabéns. De forma resumida, é uma montagem que faz bonito e definitivamente traz orgulho à versão original da Broadway. Em cartaz até novembro no 033 Rooftop, no topo do Teatro Santander, Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812 é uma excelente pedida a todos que procuram um entretenimento diferente, divertido e com muita qualidade. No entanto, é sempre importante lembrar: Andrey não está aqui. [Carol Reis]

MAGIC: THE GATHERING ARENA

Nesta semana foi liberado o acesso à versão Open Beta de Magic: The Gathering Arena, o novo game online do famoso TCG — que me fez gastar rios de dinheiro na minha adolescência.

MTG é um dos card games mais populares e queridos entre os fãs do gênero, mas a sua versão online não fazia jus a sua fama. Justamente por isso, a Wizard decidiu pegar carona no sucesso do Heathstone da Blizzard para criar uma nova versão repaginada como tentativa de emplacar o mesmo sucesso das cartas físicas no mundo digital.

Se vocês, assim como eu, jogavam Magic e morrem de vontade de retomar — e só não fazem isso por conta do alto custo para manter o hobby — deem uma chance para MTG Arena baixando a Beta aqui. [Dyego Seminario]